Blog

Novidades do Mundo de TI e Telecom


26/03/2021

Tecnologia 5G significa o fim das redes 2G, 3G e 4G?

Nos próximos cinco anos, metade do mundo terá adotado as velocidades de internet mais rápidas que a humanidade já viu. Com a evolução da tecnologia 5G, os consumidores podem desfrutar de velocidades de 1Gbps, vídeos HD 4K, imagem 3D virtual e uma experiência incomparável de jogos sustentada por novas tecnologias de RA e RV. 

Além disso, conexões M2M (Machine to Machine, ou Máquina a Máquina, em português) ilimitadas irão aumentar a produtividade, e as indústrias irão se transformar com avanços em tecnologias como veículos autônomos, robôs e diagnósticos remotos.

Todas estas aplicações recém-desenvolvidas exigem uma base sólida e complexa de redes móveis computacionais de alto desempenho, cuja infraestrutura requer manutenção contínua e atualizações frequentes para fornecer a melhor experiência aos usuários finais.

A evolução da rede móvel começou no início dos anos 90 com o 2G, mudou gradualmente para 3G e então para 4G nos anos 2000. O ciclo de atualização da rede foi reduzido para apenas cinco anos, impulsionado por 3 fatores: 

  • aumento na demanda;
  • preferências dos consumidores;
  • novos aplicativos.

Para as operadoras móveis com rede (OMRs) isso significa uma oportunidade e um desafio.

Qual o impacto da rede 5G nas OMRs?

Atualizações frequentes de tecnologia de rede trazem oportunidades de receita para as prestadoras de serviços, mas também resulta em maior OPEX.

Isso acontece devido à manutenção de várias redes, alocação de espectro, preços de planos para lançamentos, gerenciamento de dispositivos e capacitação de habilidades para os funcionários envolvidos nas manutenções. 

Atualizações das redes

Cada atualização tecnológica traz benefícios únicos, mas com o tempo esses benefícios desaparecem e novas necessidades vão surgindo. 

Por exemplo, após o lançamento do 4G, os consumidores desfrutaram de velocidades de até 50 Mbps em comparação com as velocidades de pico de 3G de 7 Mbps.

O tráfego de vídeo explodiu após a introdução do 4G e as preferências dos consumidores mudaram gradualmente para o 4G, resultando em um ponto de interrogação sobre a importância das redes de dados 3G.

O 3G está de saída? A implantação da tecnologia de rede ocorre em fases graduais, primeiro cobrindo áreas densamente povoadas antes de se estender às periferias e cobrir pelo menos 90% da população. 

À medida que a presença do 4G aumenta, as operadoras vão fornecendo dispositivos 4G atraentes, dados e pacotes de conteúdo com incentivos para uma migração mais suave de seus clientes do 3G para o 4G.

Atualmente, 50% das operadoras estão tendo mais de 90% de penetração do 4G.

Como resultado, os provedores de serviços estão desligando o 3G gradualmente, sem afetá-lo negativamente. O encerramento do 3G resultará em uma economia anual média de 20% a 30% em OPEX e permitirá que o valioso espectro de 3G seja realocado.

O 2G ainda tem valor?

2G é a tecnologia móvel mais antiga e 90% das operadoras do mundo ainda operam com ela. O serviço de voz é o básico em execução no 2G, apesar da popularidade dos aplicativos de chamadas de voz e vídeo. 

Os serviços de voz tradicionais ainda têm valor devido à identificação de números e à utilidade do SMS como ferramenta de registro.

Além da tecnologia de voz, a tecnologia 2G foi um ponto de partida para comunicações M2M de alta receita em cenários como POS (máquinas de pagamento com cartão de crédito e débito), gerenciamento de frota e controle de temperatura. 

Apesar do declínio do tráfego de voz e das receitas, as operadoras continuam mantendo as redes 2G vivas – até que a tecnologia Voice over LTE tenha sido amplamente adotada. 

Com o avanço da tecnologia 4G, todos os novos telefones têm a tecnologia VoLTE habilitada e, portanto, as operadoras estão dispostas a investir na construção de recursos para chamadas de voz e vídeo totalmente digitais e de alta definição, com números de identificação exclusivos. 

Reliance JIO, China Mobile e AT & T disponibilizaram todos os serviços de chamadas com a tecnologia VoLTE habilitada, o que resultará na eliminação progressiva das redes 2G nos próximos 3 a 5 anos.

Qual a necessidade da rede 5G?

A tecnologia 5G oferece suporte a aplicativos com largura de banda ultra-alta e conexões ilimitadas, o que é um gargalo em conexões M2M 2G. 

Embora a M2M 2G tenha gerado altas receitas no passado, atualmente ela é incapaz de escalar ou transformar para atender às diversas necessidades da indústria. Os avanços atuais em inteligência artificial e na ciência dos dados permitem que as redes 5G forneçam diversos benefícios, como: 

  • conectividade ilimitada;
  • sensores;
  • melhor segurança;
  • capacidade de comunicação entre sistemas de forma transparente;
  • soluções específicas para cenários específicos, com recursos de interação muito maiores entre máquinas, humanos e negócios.

Um exemplo disso são os aplicativos inteligentes para a agricultura. Usando a tecnologia 5G, eles serão capazes de distinguir o que é de cultivo e o que são ervas daninhas, e assim, podem prever um aumento da produção agrícola em 50%. 

Além disso, o alto processamento computacional da tecnologia 5G aumenta a experiência dos usuários de RV sem a necessidade de dispositivos volumosos.

Implantação de redes inteligentes com tecnologia 5G

A rede 4G e 5G coexistirão por algum tempo até que a migração para o 5G seja feita completamente.

 

O investimento em tecnologia 5G pode ser enorme. Na Coreia do Sul, a SK Telecom é uma das primeiras a adotar a rede 5G e está planejando gastar US$3 bilhões nos próximos 5 anos para acelerar o ROI, o que, por sua vez, torna necessário reduzir a OPEX através da eliminação progressiva de sistemas e tecnologias antigas.

M2M 2G POS máquinas em breve serão substituídas por reconhecimento facial, IoT e outros sistemas avançados de segurança. No futuro, os dispositivos móveis 5G não irão suportar chipsets 2G ou 3G, uma vez que já não serão mais eficientes em termos de custos. 

Já o 4G e 5G coexistirão por alguns anos para que todos os assinantes possam migrar completamente para a rede 5G.

Se executada com sucesso, a implantação de rede inteligente com tecnologia 5G poderá ser a virada do jogo para as operadoras e trazer possibilidades ilimitadas com novos fluxos de receita.

 

Fonte da matéria: https://huaweibra.com.br/blog/

 

 

 

 


Veja Também

28/05/2021

Como fazer um planejamento estratégico de TI eficiente

Agora, mais do que em qualquer outro momento, as empresas precisam construir um plano estratégico de TI.

Cadastre-se

Receba em seu email todas as novidades da 3CORP.
Site Desenvolvido por
Agência UWEBS Criação de Sites